Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cachimbo de Água

MENU

...

Francisco Luís Fontinha 11 Ago 15

desenho_12_08_2015.png

 (Francisco Luís Fontinha - Alijó)

Prisioneiro das marés vadias

Francisco Luís Fontinha 11 Ago 15

Permaneço impávido em frente a este cadáver espelho,

 

Olho e sinto o mar enrolado nos meus braços,

Sou um prisioneiro das marés vadias,

Sem flores na minha algibeira,

As abelhas trazem-me os tristes beijos da madrugada,

Nos rochedos habitam os ossos da noite,

E nunca tenho tempo de sorrir para as estrelas…

Permaneço sentado,

De corda ao pescoço,

Como um boneco em palha…

Enlatado,

Vagabundo rosto,

Que ninguém consegue desenhar,

 

Que ninguém sabe consolar…

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Terça-feira, 11 de Agosto de 2015

...

Francisco Luís Fontinha 11 Ago 15

desenho_11_08_2015_2.png

 (Francisco Luís Fontinha - 11/08/2015)

Sobre o autor

foto do autor

Feedback