Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cachimbo de Água

MENU

...

Francisco Luís Fontinha 27 Ago 15

desenho_28_08_2015.jpg

(desenho de Francisco Luís Fontinha – Agosto/2015)

 

Regressa o homem da “geada negra”,

Transporta no rosto o término do dia,

Prepara a bagagem para o passeio nocturno,

Pouca coisa leva ele…

Senta-se, puxa de um cigarro infeliz entranhado nas redes da paixão,

Acende-o, e imagina-se numa praia recheada de ninguém,

Desenha na areia a solidão da manhã,

Escreve na maré a desilusão da madrugada,

Não sabendo que a casa onde habitava… morreu,

Como morrem todas as casas,

Todos os livros

E todas as ruas da cidade imaginária,

 

Ouve um concerto de piano,

Pega no jornal… e depara-se com a sua fotografia na secção de… “desapareceu de sua casa…”,

Não acreditou,

Gritou,

Nem um pássaro para lhe afagar o cabelo,

Nem um barco para lhe enviar um simples “adeus”,

A vida comeu-o como ele comeu a vida

Estamos quites… “dizia ele”,

Nada devo à vida,

Nem a vida me deve nada…

Até que o relógio cessou de galgar as límpidas alvoradas de xisto,

E o homem da “geada negra”, hoje, dorme junto aos cardos abandonados.

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Quinta-feira, 27 de Agosto de 2015

 

...

Francisco Luís Fontinha 27 Ago 15

desenho_26_08_2015_2.jpg

Francisco Luís Fontinha - Agosto/2015

Sobre o autor

foto do autor

Feedback