Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

25
Ago 11

Palavras que nunca te disse

E quero dizer

Palavras simples, palavras de amar,

Não é amo-te ou desejo-te, não,

Porque essas palavras,

Até um miúdo sabe escrever,

Até um miúdo sabe prenunciar,

E o coração

Nada tem com amor,

Porque o coração é apenas uma máquina

Uma bomba que puxa o sangue,

O amor está na tua simplicidade

O amor existe nos teus olhos

Ou nos teus lábios…

Ou na tua boca

Nas tuas mãos,

 

Palavras que nunca te disse

E quero dizer

O quanto és importante

E dás sentido à minha vida

Ao meu viver,

E a vontade de lutar

Está em ti

Porque eu sozinho já tinha desistido,

Fugido com o rabo entre as pernas

Porque me canso

Porque me desespero

E quando oiço a tua voz,

Parece que o céu fica azul

O sol a brilhar

E então nascem em mim palavras

Palavras para te amar…

 

Palavras para escrever no teu corpo

Palavras que se misturam nas gotinhas da tua pele

E nasce um poema

Ou uma rosa poisa na janela,

 

Palavras, meu amor,

Palavras que nunca te disse

E quero dizer

E quero prenunciar,

 

Baixinho

Sobre os lençóis da lua

Quando o mar vier até nós

E com ele as palavras,

As linhas onde escrever

O finíssimo papel dos teus seios

As palavras que nunca te disse

E vou dizer…

publicado por Francisco Luís Fontinha às 19:39

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO