Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cachimbo de Água

MENU

E chora agora docemente

Francisco Luís Fontinha 24 Set 12

Docemente apaixonada

a chuva que penteia os teus cabelos encharcados de amor

docemente

na voz que a tarde constrói as palavras que semeia

apaixonada

sem saber que dói

a distância infinita de um olhar

docemente apaixonada pelo sorriso da rosa

que voa sobre o mar

e chora

agora

docemente apaixonada

 

docemente encantada

 

e chora

agora

 

antes que acorde a madrugada.

Sobre o autor

foto do autor

Feedback