Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

20
Jan 13

(caiu uma árvore sobre a minha inspiração: pedimos desculpas pelo sucedido: Obrigado)

 

Um volátil coração de areia

desespera pela ensanguentada manhã das palavras feras

que o vento arrancou

das nobres veredas serras,

 

Sinto o frio orgulho do meu esqueleto cansado

perdido às vezes entre frases e poemas

outras vezes despromovido

mas a maioria das vezes sei que pareço um mendigo com penas,

 

Que voa não voa e voa

como todos os outros corações de areia

há nas manhãs com chuva

uma lareira que a terra semeia,

 

Que a terra alimenta

o peito desesperado da eterna santa madrugada

um coração de areia

e mais nada.

 

(não revisto)

@Francisco Luís Fontinha

Alijó

publicado por Francisco Luís Fontinha às 13:10

Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO