Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

05
Jul 13

foto: A&M ART and Photos

 

Tórrido como a luz sobrevoando os cinzentos jardins invisíveis...

um corpo mergulha no infinito e desaparece entre os pilares do desejo

como singelas vegetarianas árvores com frutos secos e folhas de papel

tórrido como um livro em chamas na mão de uma mulher saboreando versos

que o desconhecido vizinho do terceiro esquerdo lhe oferece a cada Sábado,

 

Tórrido... entre luzes e esplanadas de trigo

gaguejando no teu corpo de açúcar

transforma-se o beijo

um fluido em pequenas gotículas

e cresce em mim o desejo de possuir-te

como um livro em finas folhas de sorrisos...

 

Tórrido tu dentro de mim

às conversas circulares

das ardósias suspensas no divã do esqueleto interestelar das amêndoas com chocolate...

e o feitiço de ti em mim

como um corredor escondidos nas sombras da Ajuda,

 

Tórrido... o meu destino sem nome

vagueando nas infelizes rochas de xisto

olho-me no rio e sinto-o a entra nas minhas veias como noites em orgasmos suicidas...

tórrido o silêncio das tuas palavras

dos teus beijos

em tuas outras mãos alicerçadas no meu peito de lareira acesa...

 

(não revisto)

@Francisco Luís Fontinha

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:41

Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO