Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

12
Jul 13

foto: A&M ART and Photos

 

Silêncio

liberdade de ter

e não possuir

 

silêncio

quando acorda a solidão

e a triste insónia

mergulha

afável

nas tuas coxas de água salgada

 

silêncio

quando o teu corpo é pó

deambulando entre os crucifixos em madeira

e sorriem enquanto fazemos amor

e olhas-me como se eu fosse um pincel de areia

sem lábios nem pálpebras

quando semeadas na esfera do desejo

silêncio... que te vou amar

 

silêncio

liberdade de ter

e não possuir

 

silêncio

transformado em voo nocturno sobre os pássaros do teu púbis...

silêncio cansaço em trapézios de transversais seios dispersos no teu corpo

e da alvorada

nada

possuir-te nas mãos encardidas pelos beijos da tua sagrada boca

silêncio porque ao desejar-te

todos os vidros

estilhaçam

partem

em finas películas de dor

e tu desapareces nas asas... do silêncio

 

amor

pequenas palavras no equilíbrio da madrugada

há silêncio

não há louco ou louca ou pássaro...

apenas penugem e silêncio vento em teus cabelos cinzentos

amor... do silêncio

 

(não revisto)

@Francisco Luís Fontinha

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:24

Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO