Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

24
Dez 14

Come-me noite vadia

dos silêncios torturados,

come-me mar doentio

dos abraços forçados,

das ribeiras apaixonadas,

come-me...

noite vadia

das ruelas e calçadas,

filho da cidade em chamas,

come-me sanzala recheada de sombras,

aranhas,

e...

come-me,

come-me como se eu fosse um pedaço de erva seca

voando na seara do adeus,

come-me,

come-me... feiticeiro das nocturnas avenidas,

dos bares embriagados de meninas...

come-me,

come-me... luar desenhado na alvorada,

come-me noite vadia

dos silêncios torturados,

das tristes palavras em agonia,

come-me... rochedo de vento dançando no teu nome.

 

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Quarta-feira, 24 de Dezembro de 2014

publicado por Francisco Luís Fontinha às 23:04

Tínhamos no olhar o silêncio da noite

caminhávamos desordenadamente como dois pontos perdidos no espaço

procurávamos o invisível cansaço

que só as tardes de Dezembro conseguem alimentar

e no entanto

pegando na tua mão...

não havia luar

nem palavras na ardósia dos teus cabelos...

 

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Quarta-feira, 24 de Dezembro de 2014

publicado por Francisco Luís Fontinha às 20:26

Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO