Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

15
Out 11

Procuro nas tuas mãos

O silêncio que acaricia o meu rosto esfarrapado

Magoado entre a solidão

E o sofrimento de olhar

O céu nebulado

Procuro nas tuas mãos

O sorriso da montanha

O rio que corre e não se cansa

De caminhar

E se abraça ao mar

Procuro nas tuas mãos

As nuvens com sabor a lábios de mel

 

A manhã poisada nas acácias

E das tuas mãos

O odor do nevoeiro

Que se alicerça nos barcos desgovernados

 

Procuro nas tuas mãos

As palavras que escrevo

E grito

E que ninguém lê

 

E que toda a gente odeia

 

Procuro sem me cansar

Em todas as mãos que me olham

De todas as mãos que me magoam…

 

As sílabas de amar.

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:08

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO