Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

30
Out 11

Há um poema na minha vida

Que não me deixa desistir,

Há um poema que segura os meus sonhos

E me diz para acreditar,

 

Há um poema dentro de mim

Uma fogueira a arder,

Há um poema que me obriga a gritar…

A cada manhã ao acordar

 

Ou nos dias a sofrer,

Há um poema

Que me obriga a sonhar

E a viver…

 

Há um poema dentro de mim

Construído de pedacinhos de areia,

Nasceu em Luanda…

E corre na minha veia.

 

(“Queriam-me casado, fútil e tributável?” Álvaro de Campos)

“É isto o que a vida quer de toda a gente?, perguntava Abel.” (Claraboia de José Saramago, pág. 267)

publicado por Francisco Luís Fontinha às 18:26

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO