Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

10
Nov 11

Há dias que acredito

Ser um pedaço de papel insuflável

A viajar de árvore em árvore

Há dias que acredito

Ser um pássaro

Ou um papagaio de papel suspenso por um cordel

 

Nas mãos de um menino

Há dias que não acredito

Há dias que não tenho dias

E noites sem noites

Há dias que sou um cubo de gelo

Poisado sobre a mesa de cabeceira

 

Há dias que acredito

Ser um pedaço de papel insuflável

A viajar de árvore em árvore

Uma bola de sonhos

Que aterra numa rua da cidade

E percebo quando me levanto que a rua não tem saída

 

E a cidade não existe

Há dias que acredito

Ser um vagabundo

Ou um miserável

Há dias…

A viajar de árvore em árvore

publicado por Francisco Luís Fontinha às 01:39

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO