Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

06
Dez 11

Eu menino

Mergulhava no medo do mar

Cerrava os olhinhos com os silêncios da tarde

E na areia fina do Mussulo

Descia até às profundezas da terra

E ficava lá até que a noite me acordasse

 

Até que as estrelas se acendessem

Sobre a ilha

E levitando dentro do túnel da maré

Voltava a abrir lentamente os olhinhos…

E sentia os braços da minha mãe

Poisados dobre os pêndulos do meu corpo

 

Eu menino

Mergulhava no medo do mar

Inventava amigos que brincavam comigo

À sombra das mangueiras

E o meu triciclo fartava-se da minha companhia

E antes que chegasse a noite e me levasse para o mar

 

Eu corria eu corria eu… corria para as mãos dum boneco estúpido

Que batizei de chapelhudo

E hoje não tenho o mar nem medo do mar

E hoje sei que amo o mar

E hoje se fosse hoje não me escondia na areia fina do Mussulo

Hoje eu corria eu corria eu… corria até me cansar

publicado por Francisco Luís Fontinha às 01:41

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO