Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

19
Jun 12

Os homens desabitados

procuram pacientemente

as lâmpadas de néon

que sobejaram da noite

 

(não me dão trabalho

porque um qualquer parvalhão

ou parvalhão

acredita que por eu ter 4 blogues

escrever poesia

e inventar marés nas margens de uma sebenta...

sou um incompetente)

 

os homens sentados sobre as marés

de algodão

pacientemente à pesca de barcos e ponteiros

de um relógio de bolso

 

(… sou um incompetente, o que não é verdade)

 

estou triste

mas não me sinto só

nem abandonado

 

os homens desabitados

procuram

como eu

trabalho dentro das mãos do mar

 

os homens

os homens desabitados

(estou triste

mas não me sinto só

nem abandonado)

porque tenho 4 blogues

escrevo poesia

e invento marés nas margens de uma sebenta...

 

muito triste

eu

tão triste

e não abandonado.

publicado por Francisco Luís Fontinha às 18:43

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO