Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

13
Set 12

Tristemente desiludido

com as palavras da tua mão

perdido

eu

sem coração

 

tristemente suspenso no céu

abraçado à dor em sofrimento

amor

levado pelo vento

 

as viagens até aos teus sonhos

perco-me quando os meus pés poisam na solidão de um barco

enferrujado

não amado moribundo contribuinte sem nome morada namorada flores no meu jardim

cansado

torturado

na imensidão do espaço opaco das abelhas

da lua as clarabóias do destino inexistente

 

tristemente

eu

perdido nas planícies da insónia

não sente

ela

os fluidos derramados nas praias invisíveis sem memória

 

sem coração

levado pelo vento

 

eu

 

à espera que acordem as palavras da tua mão.

 

(poema não revisto)

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:43

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO