Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

23
Set 12

Não tenhas medo dos braços que abraçam o mar

não

não tenhas medo dos lábios que beijam a saudade

não

não tenhas medo do amor

do amor que vive no teu coração

 

não tenhas medo da cidade

com as ruas atulhadas de abelhas saltitando de flor em flor

correndo sem correr

amando amar das mãos em desejo

quando cresce o amor

à tua boca em beijo

 

(azul a tela do teu corpo cansado de sofrer

nos meus olhos nascem versos doridos

doidos

varridos

sem eu saber)

 

não...

não tenhas medo do meu amor

não

não tenhas medo do poeta que pinta as paredes do teu corpo

sofrendo

sem ti

 

sofrendo em ti

e por ti

não

não tenhas medo do poeta louco

 

que às vezes no silêncio escreves o meu nome

no rio da tua cidade

com flores apaixonadamente

pelos barcos da solidão

dentro dos cacilheiros se escondem as gaivotas

e os loucos poetas da minha mão

 

não

não tenhas medo de mim.

 

(poema não revisto)

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:33
tags: , ,

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO