Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

26
Set 12

Há uma lua de papel

dentro de ti

redondinha

quadrada

à espera de ser amada

há uma lua

sem ti

senti

nas paixões do homem de prata

uma lua dentro de ti

que afaga a cidade

e ilumina a calçada

 

há uma lua endiabrada

dentro do teu ventre de mar

uma lua

uma lua de nada

nos braços de uma flor

 

há uma lua dentro de ti

vestida

embrulhada em finíssimos sorrisos de pérola adormecida

 

há uma lua de papel

dentro de ti

uma lua com sabor a mel

dentro de ti

há uma lua

com portas e janelas e olhos de vidro

 

há uma lua de papel

nos lábios

dentro de ti

o desejo verso da solidão ausente

feliz

nos lábios

contente porque nas acácias vêem-se os pássaros do silêncio tua dor

uma lua de papel nos braços de uma flor.

 

(poema não revisto)

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:43

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO