Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

11
Abr 11

São as palavras que alimentam o meu corpo

Nas palavras que roubo aos meus livros

São as palavras que vagueiam no meu cigarro

Das noites de delírio

 

Quando nas palavras

Uma caneta se revolta

E o papel ensonado

Com as palavras amarrotadas

 

Na noite sonâmbula

Um sino corre na torre da igreja

E eis a entrada triunfal de deus…

Que em vez de me trazer comida

 

Traz-me palavras…

Palavras de merda

Sílabas em migalhas

Deixadas ao acaso numa qualquer sanita da cidade

 

São as palavras que alimentam o meu corpo

Nas palavras que roubo aos meus livros

Das palavras que me prendem ao silêncio

Nas palavras dos meus dias sofridos…

 

 

FLRF

11 de Abril de 2011

Alijó

publicado por Francisco Luís Fontinha às 16:10

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO