Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

17
Fev 13

Me encantam as luas noites

que desenhávamos na areia húmida do segredo nocturno

me encantam os sonhos circulares com olhos de vidro

que tínhamos sobre a mesa-de-cabeceira

me encantam as tuas doces mãos tórridas

que ancoravas no meu pescoço

trémulo

frio

longe do sol

me encantam as labaredas dos teus lábios

incinerais como as algas que procuravas no mar da ausência

me encantam as sílabas encarnadas dos teus seios minúsculos,

 

Me encantam as lagoas azuis do teu púbis metamorfoseado pelas tempestades de xisto

como as cinco palavras secretas do abismo

me encantam as flores que se suspendem nos ambíguos olhos da solidão

amorfos

embebidos nos transeuntes de pano que habitam a cidade

me encantam as sebentas que a floresta esconde nas algibeiras da madrugada

sem saber que o frio engorda as asas dos pessegueiros

e o calor emagrece os ramos dos pássaros

me encantam as laranjas que transformas em sumo

néctar de oiro com pulseiras de plátano adormecido

me encantam as tuas tristes lágrimas de sabão

quando descem dos telhados de vidro as salmonelas embalsamadas.

 

(não revisto)

@Francisco Luís Fontinha

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:14

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO