Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

21
Mar 13

foto de: A&M ART and Photos

 

Inventaste a musicalidade do teu corpo

propositadamente

porque sabes que eu não percebo de música,

 

Inventaste as palavras difíceis

porque sabes que eu não sei o que são palavras difíceis

e tão pouco as sei prenunciar,

 

Inventaste o amor

acorrentado

a um deserto cais com flores de papel,

 

Inventaste as camas de pensão

e as janelas com vista para o mar

porque sabes que eu nunca vi o mar,

 

Inventaste-me quando existiam bancos de jardim

com ripas de madeira

onde alguém escreveu “Cuidado – Pintado de Fresco”,

 

E a tua saia transformou-se em listras vermelhas

com pétalas de morango

e beijos de açúcar,

 

Inventaste as minhas mãos

que quando acariciavam o teu corpo

desenhavam-lhe uma pauta musical com perfume de Primavera.

 

(não revisto)

@Francisco Luís Fontinha

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:57

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO