Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

14
Abr 11

Sacio a minha fome nas páginas dos teus olhos

Nas sílabas dos teus lábios

Sacio-me no teu sorriso quando a manhã entra em convulsão

E na tua boca oiço a música das estrelas

 

Sacio a minha fome nos teus seios em seda

Quando junto ao mar

Se passeiam nas mão da maré…

E uma gaivota se aproxima e me sacia

 

E eu sacio-me nas suas asas em revolução

Nos seus gritos de desespero

Sacio a minha fome nas páginas dos teus olhos

Quando me esperam ao fundo da rua

 

E da tua janela sinto o mar dentro de mim

As ondas na minha garganta

Engasgo-me mas sacio-me

Sacio-me no teu corpo pendurado num desejo

 

Na parede do meu quarto

Pertinho da madrugada…

Sacio-me em ti e de ti

Quando te sentas na minha mão e adormeces no meu peito…

 

 

FLRF

14 de Abril de 2011

Alijó

publicado por Francisco Luís Fontinha às 12:20

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO