Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

14
Abr 11

É aqui que poisam as gaivotas. E daqui se escondem por entre os livros muito arrumadinhos, muito quietinhos, muito envergonhados da minha presença. É aqui que poisam as gaivotas dos sonhos, embaladas na tua mão quando acaricia o meu rosto, presa a mim, dentro de mim, é aqui que te procuro todas as noites, a todas as horas, e dos segundos indeterminados da saudade, tu, eu e tu, nós. Os nossos corpos suspensos no desejo, e ao fundo da rua, junto à tua sombra, uma gaivota poisa para mim, sorri, saltita, caminha pelo silêncio dos teus cabelos que nos meus lábios fazem traquinices, é aqui, é aqui e daqui, são as gaivotas que transportas no teu olhar.

 

 

(ficção)

publicado por Francisco Luís Fontinha às 16:37

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO