Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

06
Jul 13

foto: A&M ART and Photos

 

Nostalgia quando descem sombras de amanhecer

sobre as pedras cansadas da calçada

nostalgia de perceber que o vento jamais soprará... como tu

jamais

nunca

caminharás nos braços da praia,

 

Inventar o amor

onde a mãe Natureza colocou a fantasia

e a penumbra

e jardins que só o Inverno consegue alimentar

inventar o beijo

nos lábios de uma flor...

 

Nostalgia quando... amanhecer

sobre silêncios e corações de areia

nostalgia de perder-te entre as nuvens de Agosto

num longínquo País sem fronteiras

onde o amor é livre

e todos os barcos carregam sobre os ombros a culpa da despedida,

 

Nostalgia de olhar

todos os dias

uma corrente de aço que me aprisiona a um cais esquecido numa qualquer rua de Luanda...

e das minhas pálpebras dilaceradas vejo os desenhos da alvorada

como se regressasse o teu corpo de papel

aos meus verdes olhos do chocolate derretido sobre os teus seios de amêndoa...

 

(não revisto)

@Francisco Luís Fontinha

publicado por Francisco Luís Fontinha às 19:36

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO