Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

11
Jul 13

foto: A&M ART and Photos

 

Prometeste-me viagens sem regresso

alimentaste-me de corações de areia

e pequenas pétalas poéticas que guardavas junto ao peito...

dizias-me que todos os calendários morriam no final de cada ano

e que os beijos

eram pequenas invenções dos crescidos

éramos crianças com asas de papel

e brincávamos em quintais clandestinos

e quando da despedida...

vi-te pela última vez com um bibe sentada sobre um cacho de bananas...

sorrias

e eu me ausentava para nunca mais regressar,

 

Imagino-te recheada de filhos

num banco de jardim

ou junto ao escorrega enquanto uma das tuas crianças (se as tens) fazem o que fazíamos...

sonhávamos com papagaios de papel suspensos num cordel de lábios lacrimosos...

e esperávamos que descessem todas as nuvens dos finais de tarde,

 

Vestias-te de mar

com laços de maré ao pescoço...

desenhaste um beijo na luminosidade da manhã...

e parti em direcção ao infinito despertar dos desejos

adormeci

e hoje incessantemente... procuro a tua sombra entre os destroços dos velhos caixotes em madeira...

 

(não revisto)

@Francisco Luís Fontinha

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:17

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO