Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

14
Jul 13

foto de: A&M ART and Photos

 

Percebíamos que a nossa vida era um imaginário baloiço

sobre o mar de esplanadas com lábios de silêncio mergulhados em nadas...

percebíamos que da janela víamos os cadáveres esqueléticos das murchas flores de sémen

e havia no pátio restas lágrimas de luz com sabor a saliva ensanguentada

percebíamos que o amor éramos nós disfarçados de velhos esqueletos

com cristais silábicos pigmentados nas loucas chaminés ao longe olhando-nos

sentados sobre a cidade dos sonhos... percebíamos que o desejo

aparecia nas clarabóias dos sótãos onde se escondiam os amantes do Planeta vermelho,

 

Percebíamos que éramos nós quando o guarda-fato ressonava nocturnamente

como abelhas dentro de uma colmeia vagueando sobre os sorrisos da perdiz desnorteada

perdida na montanha descia-se até ao rio

e um afogado homem vestido de medo deitava a cabeça no teu colo de xisto

ouvíamos um leve suspiro

um finíssimo gemido com sabor a Primavera

percebíamos que éramos nós

porque quando nos tocávamos

porque quando nos beijávamos

o odor das estrelas estrábicas caíam sobre as searas verdejantes dos olhos de prata

carícias minguadas sobre os teus cabelos de maré criança

menina dos Domingos que o calendário absorve como insónias de papel,

 

E agora, meu amor por descobrir?

que farei quando abrir a porta da noite

entrar em ti sabendo que não entendes a minha presença e a minha sombra

correm em cigarros invisíveis os sofrimentos das árvores dos pássaros negros...

percebíamos que hoje éramos duas vozes que o rio há muito engoliu

e sobrevivemos a olhar os baloiços dos versos saltitando no quintal dos livros apaixonados

como nós

percebíamos... meu amor por descobrir... que o Planeta Vermelho éramos nós.

 

(não revisto)

@Francisco Luís Fontinha

publicado por Francisco Luís Fontinha às 23:32

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO