Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

08
Ago 13

foto de: A&M ART and Photos

 

Uma tímida mão de porcelana

entranha-se no teu olhar vigilante como as nuvens sem nome

finge-se tudo

até a vida de viver quando se deixou de amar...

finge-se a riqueza

e os silêncios em alto-mar

uma tímida mão

de dedos longos

extintos como a fogueira do teu corpo

fingindo o amor

construindo mentiras sem alicerces

ou sepulturas

uma tímida mão de porcelana

entranha-se

e fingi-se tudo

do orgasmo

à chuva miudinha...

aos barcos que se dizem cansados

apodrecidos

enferrujados...

tudo

mesmo tudo

fingido como o miúdo...

fingindo crescer brincando não brincar.

 

(não revisto)

@Francisco Luís Fontinha – Alijó

publicado por Francisco Luís Fontinha às 21:25

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO