Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

07
Set 13

foto de: A&M ART and Photos

 

não sei como são as tuas manhãs de solidão

quando acordam os vidros embalsamados pela escuridão do corpo suspenso no tecto da paixão

não sei como és quando descem sobre ti as mandíbulas ensanguentadas do orgulho

quando o mar entra na tua mão

e no peito

uma âncora de prata alicerça-se como um cogumelo encarnado

voando sobre os cinzentos teus seios de flor apaixonada

não sei como são as tuas tristes manhãs de solidão

se és branca

escura

alegre abelha de silício

procurando a colmeia do púbis em madrugadas embriagadas

 

não sei como são os barcos onde nasceste

viveste

brincaste com os meus olhos debaixo das mangueiras de papel

e tínhamos dentro de nós

o frio congelado dos beijos nunca dados

inventávamos tardes numa sanzala de cartão

e chapinhávamos nos charcos de incenso

as doces pernas da infância

brincávamos

e em beijos

ouvíamos os meninos que dormiam sobre um colchão de palha castanha...

e chovia e dormiam e choviam coloridas imagens de triângulos equiláteros

 

eu procurava nos teus seios ainda por descobrir o cosseno dos teus abraços

e tu

calculavas a tangente do sémen que um dia apareceria nas equações húmidas diferencias

que de um caderno quadriculado saltitavam como pigmentos de resina depois da despedida noite em lençóis de Aspirina derretida

éramos tontos vagabundos de areia

apaixonados loucamente e literáriamente vestíamos personagens magoadas pela ausência do Pôr-do-Sol...

não sei como são as tuas manhãs de solidão

porque a noite rende-se à porta de entrada

onde moram as tuas loucuras fantasias dos telhados em zinco

uma sanzala chorava

eu chorava...

e tu dizias-me que o cacimbo tinha levado o meu triciclo e eu e eu acreditei

 

 

(não revisto)

@Francisco Luís Fontinha – Alijó

Sábado, 7 de Setembro de 2013

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:34

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9



29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO