Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

26
Out 13

foto de: A&M ART and Photos

 

palavras sem rosto

quando sorrisos poucos

habitam no cansaço do transeunte doente

palavras sem gosto

que os barcos loucos

escrevem no caderno infame

sobre as algas de Agosto

palavras em fome

palavras sem nome

que as lágrimas do livro ausente

voam sobre a cidade dos candeeiros de papel

palavras sem nome

palavras que a morte come

e uma límpida gota de suor alimenta

como espelhos esmigalhados pelo pincel

que o pinto inventa

numa tela

numa parede

em gesso

o berço

da criança com sede

palavras sem rosto

palavras de orvalho e palavras do … e palavras nos lábios dela

dos versos verdes das plantas apaixonadas

palavras cansadas

esbeltas

tristes

magoadas

palavras sem rosto

sem gosto

sem madrugada

quando a noite é a noite drogada

palavras

palavras

palavras... de uma mulher desalmada...

 

 

(não revisto9

@Francisco Luís Fontinha – Alijó

Sábado, 26 de Outubro de 2013

publicado por Francisco Luís Fontinha às 21:37

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO