Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

14
Dez 13

foto de: A&M ART and Photos

 

não percebes que o sonho é uma porta em aço

e enquanto dormes

eu

eu construo canhões de papel para arrombar essa maldita ranhura de carne com ossos em madeira

inacessíveis

e indolores... os olhos absorvem-te os perfumes das madrugadas inventadas pelo calendário do sofrimento

choras

habitas em lágrimas oceânicas

choras... e choras...

não percebes que agora... que agora o sofrimento é de verdade

é o teu sofrimento

e são as tuas lágrimas

não percebes que nas minhas mãos habitam lençóis de água

com barcos enferrujados

com homens apaixonados

e mulheres apaixonadas

e apitos doirados

nos prazeres desgovernados

não

não sentes a dor da travesti doença

não dizes nada

silencias-te como uma porta em aço

a mesma

a outra... o sonho

não percebes as minhas palavras

não percebes os meus medos

aqueles que te atormentam enquanto dormes

sonhas

enclausurado pela porta em aço

e mentes... mentes quando respondes que está tudo bem... e nada está bem... nada.

 

 

(não revisto)

@Francisco Luís Fontinha – Alijó

Sábado, 14 de Dezembro de 2013

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:36

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO