Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

07
Jun 14

Esta tua viagem,

sentado numa velha cadeira de vime,

esta tua viagem... com regresso, sem regresso, nunca se sabe,

finges não ter medo, e percebo que ele corre nas tuas veias de alcatrão,

esta tua viagem,

navegando por ruas sem nome, por ruas sem... sem cansaço,

pedindo a esmola ao desassossego destino,

que habita numa casa amarela,

 

Esta tua viagem, nunca terá fim?

 

Gosto de ti!

E queria acompanhar-te como se fosse uma velha mala,

sem etiqueta,

 

Esta tua viagem,

sentado...

numa velha cadeira de vime,

numa praia desnuda, na praia do crime,

 

E o... e o medo?

 

De não regressares, de não votares a ler no luar as minhas palavras,

e esta tua viagem, meu velho... não terá fim,

começaste, apeaste-te numa sanzala de brincar,

olhaste os telhados de zinco, puxaste de um cigarro... e pluf,

e pluf,

novamente o eterno silêncio,

e novamente o eterno derradeiro medo,

desta invisível viagem...

 

Esta tua viagem, nunca terá fim?

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Sábado, 7 de Junho de 2014

publicado por Francisco Luís Fontinha às 18:20

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO