Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

15
Fev 15

Desenho_A1_089.jpg

(desenho de Francisco Luís Fontinha)

 

 

Perdi-me nas aldeias incendiadas do prazer,

desassossegadamente, o teu corpo entrelaçado nos meus braços de xisto,

descendo cada socalco meu,

entre nós... o rio

e a saudade dos Sábados folheando livros,

e beijos,

perdi-me nas aldeias incendiadas do prazer

como se fosse um pássaro sem Pátria,

fugindo da lentidão das coisas belas,

os cigarros em tristes sorrisos de esferovite...

boiando como um carnívoro na liberdade das palavras,

com sotaque a náufrago envelhecido,

 

Sinto no corpo,

as garras e os fios de luz da loucura,

as cabeleiras falsas voando nos meus ombros

em chocolate embriagado,

os teus lábios pincelados de amanhecer...

e todas as janelas encerradas,

dentro de um caixote em madeira,

tarecos, miudezas e esqueletos de vinil,

a viagem sem regresso,

quando os seios da noite

mergulham nos alpendres floridos

e tu... junto à lareira da paixão,

 

Um livro,

Embrulham-se em nós as personagens da escuridão,

da tua mão

sinto

em pequeníssimas fatias de luar

a saudade e o perigoso feitiço do amor,

o livro saltita em nós,

come-nos e acende todas as lanternas do ciume...

não venhas, hoje, meu amor,

um livro,

e embrulham-se

em nós as lâminas da poesia...

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Domingo, 15 de Fevereiro de 2015

 

publicado por Francisco Luís Fontinha às 20:30

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO