Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

06
Set 14

Hoje acordei e nada tinha para te dizer,

dizer-te bom dia... quando hoje está um dia triste, ausente, como tu...

olhar-te sabendo que não queres que te olhe, sentes medo, sentes... cansaço,

hoje acordei,

e também não queria ouvir palavras,

apenas... apenas contemplar-te sem que o percebesses,

 

Hoje acordei e vi no meu espelho o teu rosto,

confundi-te com uma gaivota,

por alguns instantes... acreditava estar dentro de um sonho,

que ao longe serpenteava o mar no teu olhar,

mas não,

não existe sonho, não existe mar...

 

Porque acordar... é como se o espelho da verdade ficasse em pequeníssimos grãos de areia...

 

Hoje acordei...

 

Sem saber que acordar é fingir que não te vejo!

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Sábado, 6 de Setembro de 2014

publicado por Francisco Luís Fontinha às 19:51

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Setembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO