Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

29
Ago 14

Um coração mal apagado

poisa suavemente num cigarro apaixonado,

apelidam-no de “amor simplificado”,

o “amor simplificado” é um gajo porreiro,

escreve poesia,

vai todas as semanas ao barbeiro...

e ao deitar, reza,

um cadeado de palavras cerra-lhe a janela do quarto,

tem um espelho na garganta que transforma fome em alegria,

não sente ele o nascer do dia,

não quer saber ele da literatura,

nem dos rochedos com sabor a melancia...

 

O “amor simplificado” vive numa esplanada,

entre o mar e o “mercado”,

o “amor simplificado” tem escadas nas sobrancelhas,

domesticado e formatado como as abelhas,

nem dos rochedos com sabor a melancia...

ele tem medo,

 

Um coração mal apaixonado,

de mão dada com um cachimbo de prata,

o latir do cão que as trevas viu nascer...

faz com que ele invente bonecas de trapos,

e praias com areia de porcelana,

jazigos em lata,

nasce o sol e ele parece cansado de viver,

detesta os livros de farrapos...

tal como não aguenta os uivos das “madames” passeando na calçada,

o “amor simplificado” tem na testa um letreiro,

vendem-se poemas congelados

com odor a marmeleiro...

 

O tal,

o grandioso...

 

O “amor simplificado” é um gajo porreiro!

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Sexta-feira, 29 de Agosto de 2014

publicado por Francisco Luís Fontinha às 21:28

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



30



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO