Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

14
Out 14

São estes os teus medos,

são estas as tuas lágrimas envenenadas pelo silêncio,

são eles que te protegem,

são eles que te enforcam na madrugada,

oiço o sussurrar da alvorada,

são estes os teus desejos impossíveis de realizar,

são estas as pálpebras do teu olhar,

são as tuas veias o cansaço de amar,

viver...

e sonhar,

são estas as palavras de matar,

vejo o ressuscitar de um cigarro laminado pelo fogo...

e há uma cabana com versos de enganar,

e há um rio com vontade de partir...

zarpar,

são elas as rodas dentadas do sofrer,

que te movimentam,

são elas,

são eles os lânguidos amanheceres que te enfrentam...

e baixinho,

te dizem... são horas de adormecer.

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Terça-feira, 14 de Outubro de 2014

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:04

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO