Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

11
Jan 15

(desenho de Francisco Luís Fontinha)

 

 

Esse teu corpo de luz

algures no espaço da solidão

ouvindo as lágrimas sem nome

que anoitecem na minha mão

esse teu corpo de vulcão

descendo a montanha do vento

depois... alicerça-se nas árvores negras da tua boca

sílabas estonteantes

e loucas

na ardósia tarde da melancolia

a eira em ferida

o trigo em chamas

salivadas pelo silêncio das palavras

e das vergonhosas gaivotas sem asas

esse teu corpo de luz

dançando na alvorada meus lábios

demoradamente sós...

perdidas

esquecidas

mortas...

como todos os corpos de luz

como todas as palavras...

murmuradas

… e amadas.

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Domingo, 11 de Janeiro de 2015

publicado por Francisco Luís Fontinha às 20:47

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO