Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

08
Mar 14

foto de: A&M ART and Photos

 

Tocavas-me e eu sentia-te fervilhar nas minhas veias dilatadas,

embrulhavas-te nos meu seios de xisto como ventos desgovernados,

frívolos e cansados,

ouvias-me em pedacinhos gemidos... e ficava no cortinado, impregnado, um pequeno... um pequeno AI... sem sentido,

as sílabas estonteantes vagueavam no tecto da paixão,

cessavas-me as carícias e eu mais parecia um veleiro à espera do pôr-do-sol do que uma mulher em desejo,

depois... depois vinham as andorinhas, sorriam-nos os botões de rosa...e... e anoitecia em nós o amor das palavras,

tínhamos medo das estrelas,

e dos longínquos cadeados do silêncio sobre as nossas pálpebras de cogumelo,

acordavam as alegres melodias poéticas que vinham a nós em nuvens, pequenas abelhas... e anoitecia em nós o amor das palavras,

tocavas-me e eu sentia, queria... dizer-te que sou apenas uma mulher em fúria, uma mulher como os as mãos das amoreiras em flor... à tua espera.

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Sábado, 8 de Março de 2014

publicado por Francisco Luís Fontinha às 20:33

Olá Luís :)

Este post está em destaque no novo espaço "Cenas na net" no nova homepage do SAPO Angola (http://sapo.ao).

Poderá sempre ver o histórico dos destaques na comunidade de blogs na homepage dos Blogs: http://blogs.sapo.ao/.

João Sá a 11 de Março de 2014 às 08:25

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO