Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

08
Ago 15

desenho_08_08_2015.png

(desenho de Francisco Luís Fontinha)

 

No teu corpo viverei…

Sentado numa esplanada,

Ouvindo os teus gritos

Cansados da sombra sem regresso,

Do teu corpo…

As lágrimas das montanhas apaixonadas,

Do amor,

O Sol,

Vestidos de negro,

Fugindo das madrugadas,

No teu corpo… desenho o cansaço das algemas imaginárias,

Embainhadas nos rochedos do medo,

 

Como amo o silêncio da noite

E as ruas assustadas,

 

Ouvido,

Ouvido os teus nostálgicos gemidos,

Entre gritos

E palavras famintas,

 

Não sei quem fui

Quando escrevias amo-te no muro da saudade,

Corria em direcção ao mar,

Inventava sorrisos nos vidros embaciados…

 

Ouvindo,

E gritando…

 

Os teus gemidos encarcerados nas algibeiras do sono,

 

Nunca fui amado…

 

Ouvindo,

E gritando…

 

Os Cacilheiros embriagados,

 

A solidão entre círculos de espuma

E gaivotas quadriculadas…

Hoje, sou um rio que não consegue encontrar o mar,

Um barco em lata calcinada,

 

Amo-te,

 

Sinto a alegria escondida dentro dos meus livros,

A saliva encardida dos abutres desnorteados,

A vida…

É uma fotografia acorrentada ao passado,

Como são todos os esqueletos abandonados,

Sentava-me à porta do engate,

Corria como um animal em Cio…

Do rio,

A tua esfarrapada desculpa…

OCUPADO,

Sem tempo,

… No teu corpo viverei…

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Sábado, 8 de Agosto de 2015

publicado por Francisco Luís Fontinha às 02:05

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Agosto 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO