Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

31
Ago 15

Tão só meu amor

Com este dardo de silêncio cravado no meu peito,

Ouvido o grito da madrugada

Embriagada pelo saber,

Escrevendo no teu corpo as palavras de envelhecer,

Tão triste meu amor

A manhã antes de acordar,

O soalheiro abdómen da sílaba embriagada mergulhando no suicídio,

O mar

Correndo nas tuas veias,

Circunferências de prata brincando nos teus seios,

Meu amor,

Tão triste estar só,

Tão triste sentar-me numa esplanada e perceber que estou só…

Eu e aminha sombra,

Imaginando o rio junto aos meus pés brincando com as minhas palavras,

Inventando crianças alicerçadas a um passeio da cidade imaginária,

Viver não vivendo as cúbicas gotículas de suor descendo o teu púbis…

Tenho medo meu amor,

Tenho medo de encerrar o meu coração

E fazer dele uma monta não acessível,

Tenho medo meu amor

De abraçar-te sabendo que não é possível abraçar-te…

Tão só meu amor

Com este dardo de silêncio cravado no meu peito,

Os engates fictícios num livro de ficção,

Um poema masturbado olhando um murro de xisto cansado,

E eu

Meu amor

Aqui… tão só… cansado,

Acaricio-te na tela da solidão,

Pego na tua mão,

Desenho os teus lábios no meu peito,

Aquele… cravado com um dardo de silêncio,

E nunca estou feliz

Meu amor,

E nunca estou vivo

Meu amor,

Pareço um petroleiro desajeitado não encontrado o Oceano da paixão,

Sou um marinheiro solitário,

De cachimbo na mão…

Gritando,

Meu amor

Meu amor,

O mar,

Correndo nas tuas veias,

A maré saltitando nos teus seios,

E sabes

Meu amor,

A prata é uma cânfora manhã desejada,

Envaideces-te e escondes-te,

Corres e não regressas mais à minha janela…

Porque não tenho casa…

Porque não tenho janela.

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Segunda-feira, 31 de Agosto de 2015

publicado por Francisco Luís Fontinha às 00:57

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Agosto 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO