Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

14
Jul 14

Há um olhar suspenso nas cerejas do amanhecer,

não existem em mim palavras para o descrever, desenhar…

observar como se ele fosse o silêncio do luar,

mas esse terno olhar... existe, tem um corpo, tem uma alma… e tem asas de voar,

sinto-o todas as manhãs, todas as noites quando habitadas pela insónia,

ele grita pela solidão, e ela, e ela aparece-me vestida de branco,

sei que a loucura não só pertence aos humanos,

conheço árvores loucas, pedras ainda mais loucas, e flores… tão loucas como eu…

sinceramente, este olhar, o olhar que está suspenso nas cerejas do amanhecer…, não,

nunca me pertencerá,

talvez…

talvez seja a ténue luz do desejo, talvez tenha um nome, um apelido,

 

Um beijo para me presentear,

 

Talvez,

gritar por ele,

gritarei, gritarei sem o saber,

e talvez, e talvez o venha a desejar…

o querer,

 

Há um olhar que pertence aos sonhos de sonhar,

um círculo, um quadrado… um triângulo no rosto da música mais bela da floresta…

talvez,

talvez esse olhar, o olhar suspenso nas cerejas do amanhecer…

me diga,

me diga o que fazer.

 

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Segunda-feira, 14 de Julho de 2014

publicado por Francisco Luís Fontinha às 21:27

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO