Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

17
Abr 14

oiço os tentáculos do meu sonho

quase que lhes toco

acaricio-os como se fossem o rosto negro da mulher com asas de saudade

converso com eles... mas existe um cortinado de estanho que ofusca o fumo da solidão

sei que do outro lado do cortinado vives e tentas agarrar-me

mas eu voo sobre os telhados de vidro que tens no teu cabelo

oiço-os

quase que lhes toco...

e acordo e percebo que apenas há noite e pedacinhos de sombra acorrentando o meu corpo...

sou ou não sou um corpo navegante?

um corpo... em busca do cais do sossego

oiço-os e toco-lhes oiço-os e toco-lhes oiço-os e toco-lhes

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Quinta-feira, 17 de Abril de 2014

publicado por Francisco Luís Fontinha às 19:26

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Abril 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO