Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

06
Fev 15

Pintura_218.jpg

(desenho de Francisco Luís Fontinha)

 

 

Não sei a quem pertencem os aplausos da tua alma

porque se movem as imagens sapateadas da neblina assassina

sobre as cadeiras vazias do abismo

sabíamos que habitavam nos teus lábios

abelhas

flores...

e paisagens pinceladas de Inverno

e mesmo assim

abrimos as janelas

derrubamos todas as portas de entrada

porque a noite regressaria brevemente

na companhia dos esqueletos vivos da solidão

não tínhamos frio

porque entre nós os livros de poesia acorrentavam-se às frestas da paixão

uma lareira enlouquecida em silêncio

como enlouquecidos eram os nossos corpos suspensos no luar

a cidade fervilhava

e crescia dentro do sufoco amanhecer

caminhávamos separadamente como duas roldanas descalças

sós...

como árvores em busca da morte

sós...

… não sei a quem pertencem os aplausos da tua alma

e que imagens são estas; “as imagens sapateadas da neblina assassina”.

 

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Sexta-feira, 6 de Fevereiro de 2015

 

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:46

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO