Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

20
Mai 14

foto de: A&M ART and Photos

 

Quem és, pergaminho abandonado no meu corpo?

Enrolas-te em mim disfarçado de cobra, alicerças-te aos meus frágeis braços,

e,

navegas no meu ventre como uma caravela sem destino...

entranhas-te em mim e dizes-me que o teu nome é Primavera...

Primavera... finjo nem perceber,

cerro os olhos e sinto as tuas mãos de desejo laminado nos meus seios,

pergunto-te porquê... pergunto-te porquê eu, pergaminho de olhos verdes?

 

E a cada momento meu o teu corpo descongela,

ficamos apenas uma finíssima pedra de amor...

descendo a montanha da paixão,

 

Quem és?

Eterno nocturno com sabor a escuridão,

marinheiro perfumado que te enfaixas nas minhas coxas de areia,

e sinto... e sinto os meus gemidos no espelho dos teus olhos,

 

Ai... meu querido amor!

A paciência minha depois dos teus gritos de prazer,

depois de adormecerem as gaivotas no Tejo,

e tu,

tu sais de mim,

e tu...

e tu desapareces na neblina que engole a escadaria do prédio onde habitamos,

foges,

 

sem destino,

e eu, e eu como uma folha amarrotada nos dedos de um cinzeiro de prata,

 

Quem és, pergaminho abandonado no meu corpo?

Que oiço os teus cabelos no peitoril enquanto saboreias o teu último cigarro,

que oiço o bater do teu coração enquanto poisas a tua cabeça no meu peito...

e pareces-me uma rua sem janelas numa cidade sem telhado,

uma casa sem varanda,

uma casa... uma casa enfeitada com sombras e pássaros,

uma casa como tu,

uma casa onde me abraças e me dou conta que apenas te pertenço...

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Terça-feira, 20 de Maio de 2014

publicado por Francisco Luís Fontinha às 21:57

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO