Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

05
Abr 11

A luz acende-se do meu corpo, eu um candeeiro de parede na sala virada para o rio, eu uma simples lâmpada e meia dúzia de fios descarnados, a luz acende-se de mim, e de mim poisa nas frestas junto ao rodapé, uma canoa à deriva nos meus braços mergulhados no rio, e de mim a luz que aos poucos desiste da claridade, a esmorecer, a morrer…

A canoa em semicírculos e os meus braços iluminados, a canoa à rasca, à rasca de verdade, não a geração, a canoa numa perpétua agonia, com tosse, com frio, eu a luz que ilumina o rio quando nos meus braços as algas brincam no quintal às escondidas, não têm pressa, não têm medo, eu a luz com medo do caíque e os ramos à conversa com as algas, e as algas a gritarem-me,

- para quê tantos candeeiros?

E tudo à rasca. O país à rasca, nós à rasca, mas de quem tenho mais pena não é da canoa,

- coitada…

De quem tenho mais pena é dos bancos que estão à rasca,

- quinze mil milhões?

Coitados, coitados todos à rasca,

- para quê tantos candeeiros?

A luz acende-se do meu corpo, eu um candeeiro de parede na sala virada para o rio, eu uma simples lâmpada e meia dúzia de fios descarnados, a luz acende-se de mim, e de mim poisa nas frestas junto ao rodapé,

- para quê tantos milhões?

Faço uma pausa na iluminação, cruzo os braços, a lâmpada apaga-se, eu não iluminação, eu à rasca com medo de parir a lâmpada, eu com medo de partir os candeeiros,

- para quê tantos candeeiros?

A luz apaga-se do meu corpo, eu um candeeiro de parede na sala virada para o rio, e no rio todos à rasca, quinze mil milhões à espera de serem resgatados…

- para quê tantos candeeiros?

Como te chamas?

- Rua do Sol…

Pum pum pum…

- Agora chamas-te rua dos candeeiros.

 

 

(texto de ficção)

FLRF

5 de Abril de 2011

Alijó

publicado por Francisco Luís Fontinha às 22:26

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

17
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Eu um candeeiro de parede

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO