Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

14
Mar 11

Se eu pudesse esconder-me

Na sombra de um embondeiro,

Abraçar-me às suas mãos

E ficar quietinho até amanhecer,

 

Sentar-me nas suas raízes

E fumar o meu cachimbo em desespero…

E com o fumo fabricar meninos

E dos meninos, eu olhava sorrisos

 

Em brincadeiras de crianças

À espera do cair da noite.

 

Se eu pudesse esconder-me

Na sombra de um embondeiro,

E esperar o cair da chuva…

E olhar o céu em liberdade.

 

Se eu pudesse sentar-me numa pedra

À sombra de um embondeiro

E à minha volta o cheiro da tristeza

Ia embora,

 

E o mar vinha até mim.

E o mar trazia-me os sonhos de ontem

Porque hoje, hoje perdi os sonhos…

À sombra de um embondeiro.

 

 

 

Luís Fontinha

14 de Março de 2011

publicado por Francisco Luís Fontinha às 18:54

Julho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO