Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

01
Mai 14

não queiras ser como eu

não o desejes sabendo que o desejar não existe

é um fantasma vestido de saudade

é uma estrela embrulhada em madrugadas de azoto

como os nossos braços

abraçados à árvore do desgosto

 

não tenhas medo do vazio

dos buracos negros que existem no teu corpo

não o queiras

desiste

viaja para o cimo da montanha

e acredita no Luar

 

não chores

não adormeças...

não queiras ser como eu

um baobá esquecido no cacimbo

um cigarro imaginário em pedaços de suor sobre a tua pele de cortinado amanhecer

não não queiras ser como eu... um desejo com sabor a envelhecer.

 

 

Francisco Luís Fontinha – Alijó

Quinta-feira, 1 de Maio de 2014

publicado por Francisco Luís Fontinha às 12:47

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

17
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

madrugadas de azoto

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO