Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cachimbo de Água

MENU

Quem sou eu que me esqueci

Francisco Luís Fontinha 14 Abr 11

Quem sou eu que tinha um boneco chamado chapelhudo, que com um martelo, fingindo que arranjava, passava a tarde inteira a bater no triciclo, e a minha avó, que estás a fazer menino, o menino está a arranjar, e pumba, pumba… até os ferros começarem a chorar, e eu, quem sou eu, esquecido nas horas, despreocupado do tempo, apenas sabia que o dia acordava e depois, começava a adormecer, e ao outro dia, novamente dia, luz, vinha a chuva, eu, irritado, depois, sol, depois noite. Quem sou eu que só me lembrava do chapelhudo quando a minha avó penteava as folhas das mangueiras desarrumadas pelo quintal, e ao fundo da rua, a estrada para o Grafanil, veículos militares em marcha lenta, cansados da guerra, e eu, quem sou eu, que ao portão passava horas, não sabia contar os carros, e depois, perdia-me, quem sou eu que só sabia que eram muitos…

 

 

(ficção)

Sobre o autor

foto do autor

Feedback