Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cachimbo de Água

MENU

Coisas belas

Francisco Luís Fontinha 23 Out 12

Tantas coisas belas

que dormem no centro da terra

coisas com asas de vidro

e olhos de prata

ruas com janelas

e telhados de chapa

 

tantas coisas belas

infinitamente apaixonadas

pelas madrugadas

elas

as flores engraçadas

que a noite alimenta

 

tantas coisas belas

docemente voando nas montanhas do mar

coisas com palavras de amar

belas de embalar

quando a lua e o luar

beijam as luzes da paixão silenciosa

 

tantas coisas belas

que brotam das tuas mãos de sílaba distraída

coisas e coisas belas elas

entre os parêntesis do beijo

sem jeito

no peito em ferida.

 

(poema não revisto)

Sobre o autor

foto do autor

Feedback