Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cachimbo de Água

MENU

e eu me encanto

Francisco Luís Fontinha 27 Mai 12

(para ti)

 

Me encanta a tua voz poética

nas tuas palavras de sofrimento

me encantam as tuas mãos melódicas

quando regressa o vento

e eu me encanto

com os teus lábios de inverno

junto à lareira

me encanta o teu cabelo

(Loiro? Eu não sou Loira... eu sou Castanha!)

como se isso me importasse

porque me encanta a tua voz poética

e eu me encanto

com as noites de primavera

à lareira

a imaginar o teu cabelo

(Loiro Castanho, Castanho Loiro, Loiro Castanho, Castanho Loiro)

 

Me encanta a tua voz poética

nas tuas palavras de sofrimento

me encantam as tuas mãos melódicas

quando regressa o vento

 

tudo em ti me encanta

tudo de ti alimenta

 

o encanto de amar.

Sobre o autor

foto do autor

Feedback