Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

24
Mai 11

A tarde despede-se em pedacinhos de ninguém, e hoje, hoje nada aconteceu de relevante para contar. Hoje um dia perfeitamente normal, hoje um dia igual a tantos outros, acordei, estou vivo… e logo quando aos bocadinhos a noite for adormecendo, eu espero ainda estar vivo, e repetidamente, sem me ausentar do rumo sem rumo, ir tirando fotocópias aos dias que tenho para viver.

 

Os dias sempre iguais, os dias continuamente estúpidos, ou será que o estúpido sou eu, não, não poderei ser assim tão estúpido, os dias é que são estúpidos, não eu.

 

A tarde despede-se em pedacinhos de ninguém, e as minhas mãos adormecem, os dedos perdem-se na sensibilidade dos minutos que aos poucos, que aos poucos se transformam em sombra, e da tarde fica apenas o cheiro, o silêncio, e da tarde o meu corpo absorve a estupidez dos dias, fotocópias.

 

E dou-me conta que não preciso de estar vivo. Se todos os dias são meras fotocópias do dia anterior de que me serve o original?

 

Sou uma folha de papel fotocopiada de um original que há muito deixou de existir, e nessa simples folha de papel, e nessa simples folha de papel nem as letras conseguem sobreviver; uma página em branco à espera que alguém queira escrever alguma coisa…

 

E se hoje não passasse por Alijó o candidato do Partido Socialista e Primeiro-Ministro demissionário Eng. José Sócrates,

- Eu diria que hoje, hoje um dia perfeitamente normal, hoje um dia igual a tantos outros, acordei, estou vivo…

 

Não critico aqueles que dão a cara e andam de bandeira na mão para apoiarem e defenderem os seus ideais e convicções, seja de que partido for, eu próprio fui militante do PCP e várias vezes candidato, mas confesso que tenho medo dos outros, daquelas pessoas que têm em casa duas bandeiras, uma Socialista e outra Social-democrata, e no dia 5 de Junho à noite, conforme os resultados, vão ao guarda-fato e pegam na bandeira do partido vencedor; desses, desses tenho eu nojo.

 

 

 

Luís Fontinha

24 de Maio de 2011

Alijó

publicado por Francisco Luís Fontinha às 16:42

Julho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO