Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

23
Mar 11

Acho-me incapaz de caminhar

Junto ao rio que me viu partir

Sento-me na sua margem

E pego num livro para ler,

Digo adeus aos peixes que saltitam

E converso com as algas à minha beira…

Estou triste hoje.

Sei que em mim brincam lágrimas

E do meu rosto emerge a escuridão,

E aos poucos cresce a noite

E acorda a saudade,

Finjo estar contente…

 

E acredito que amanhã estará sol.

Acho-me incapaz de caminhar

Junto ao rio que me viu partir

Quando no meu corpo

 

Ainda habitavam as manhãs de primavera.

Agora sei que manhã não vai estar sol,

E que amanhã voltarei a ter lágrimas…

Porque amanhã eu incapaz de caminhar

 

Junto ao rio que me viu partir.

 

 

 

Luís Fontinha

23 de Março de 2011

Alijó

publicado por Francisco Luís Fontinha às 18:52

Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
16

17
19
23

24
25
26
27
28
29

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO