Blog de Luís Fontinha. Nasceu em Luanda a 23/01/1966 e reside em Alijó - Portugal desde Setembro de 1971. Desenhador de construção civil, estudou Eng. Mecânica na ESTiG. Escreve, pinta, apaixonado por livros e cachimbos...

31
Out 11

Sentir as tuas palavras contra o meu peito, apago a luz e seguro a tua mão entre as algas do desejo, e o mar de AL Berto entra-nos pela janela… e do poema um beijo crucifixa-se nos teus lábios, abre os braços pregados à cruz da tua boca e sorri às encostas do prazer,

E desce lentamente sobre nós como o rio que corre livremente para o mar das tuas coxas…

E a tua mão segura-me e não me deixa cair, e a tua mão segura-me e não me deixa vacilar, desistir… e a tua mão poisa no meu peito e adormece docemente como uma pétala de rosa entre as páginas de um livro de Kundera…

publicado por Francisco Luís Fontinha às 02:00

Janeiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
17
18

21
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Sonho

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO